Eu sou louco!

Irreverência, humor, criatividade, non-sense, ousadia, experimentalismo. Mas tudo pode aparecer aqui. E as coisas sérias também. O futuro dirá se valeu a pena...ou melhor seria ter estado quietinho, preso por uma camisa de forças! (este blog está registado sob o nº 7675/2005 na IGAC - Inspecção Geral das Actividades Culturais)

A minha fotografia
Nome:
Localização: Maia, Porto, Portugal

sexta-feira, março 25, 2005

Igualdade ou igualdade?

Muito se fala na igualdade entre homens e mulheres!
Muito disparate tenho ouvido sobre esse assunto!
Muita confusão vai em muitas cabecinhas! (e não são necessáriamente loiras... )
Afinal de que igualdade estamos a falar?
Para mim não há dúvidas; só de uma: da igualdade de direitos perante a lei.
Já estou farto de ouvir dizer: "As mulheres são iguais aos homens"
Não são! Claro que não são! E seria lastimoso que fossem!
Ora vamos lá aprofundar um bocadinho a questão!
Primeiro assentemos num ponto: quando falo em homem ou mulher, estou a referir-me ao médio, ao típico, ao padrão. Porque não há dois homens nem duas mulheres iguais.
Posto isto, vejamos como são diferentes:
Obviamente que nem falo do ponto de vista anatómico.
Físicamente o homem é mais forte, mais vigoroso. Mas ela é muito mais resistente. Um concentra o esforço num período relativamente curto, O outro prolonga-o por horas e horas, com menos intensidade, sem explosões mas duma forma mais continuada e aparentemente sem picos.
Ele morre mais cedo. E não é só dos excessos da juventude ou das aventuras da meia idade ou do stress no trabalho. A mulher dura mais. E não trabalhou menos. Teve de dar á luz. De abortar, talvez. E tem o stress das mil coisas que faz.
Ele tem uma maior necessidade de ter a mente organizada, de racionalizar, de analisar os problemas de forma mais exaustiva. Tem o chamado espírito geométrico. É mais lento a decidir. A mulher usa a chamada intelegência emocional, o espírito de finura, o "sexto sentido" que lhe permite achar a solução do problemas mais rapidamente e, muitas vezes, melhor.
Ele é fundamentalmente polígamo. Com um coração onde cabem vários amores. Pode estar intimamente com duas ou três no mesmo dia e sentir o mesmo (ou quasi o mesmo com todas elas). A mulher é monógama. Clara e definitivamente. Não entende porque o homem que ama e ao qual se entrega de alma e coração pode andar com outras.
Ele é bruto, irascível, pouco se importa com o aspecto físico. A mulher dá muito mais importância ao visual e é muito mais capaz de ser meiga e terna.
O homem exerce (ou pensa que exerce) o poder de forma mais agressiva, mais autoritária, despótica por vezes. Ela usa da subtileza, do ardil, da sedução, de uma forma sub-reptícia.
Se calhar ainda podia esmiuçar outras diferenças.
Mas depois o texto fica muito longo e ninguém o vai ler. E eu fico com a sensação de ter escrito para o boneco.
Portanto termino perguntando: perceberam porque eu disse no princípio que a igualdade só pode ser a de direitos (e deveres) consagrados na lei?
Não? Então venham dar-me porrada...

(bom...também convinha que a lei fosse cumprida...pelo menos um bocadinho!)

9 Comments:

Blogger Paula said...

Adorei o texto e concordo plenamente.... estava a deliciar-me e abruptamente tive de parar......vá lá, amigo... continua a desenvolver o tema....pois,este, nao tem fim...e estou bastante curiosa por ler mais sobre o assunto, escrito por ti! Fico a aguardar!... Beijao da Tareca

8:06 da tarde  
Blogger Karamelisses said...

:) Até porque as diferenças comprtamentais e do foro psicológico aparecem logo em crianças, e não é defido a serem culturalmente influenciaveis, é o facto de estarem mais aptos a determinadas tarefas...

Quando ao agradecimento da visita a este blog... as visitas não se agradecem... acolhem-se!!!

Beijinho para todos

12:03 da manhã  
Anonymous Menina_marota said...

Obrigada pela visita. Uma Feliz Páscoa para ti e quem te acompanha.

Abraço :-)

Posso linkar-te... assim não perderei o caminho para cá...;-)

10:01 da manhã  
Anonymous Andréa said...

oie! Amei o texto... mesmo achando algumas idéias ainda com um 'tom' machista... mas deu pra entender o que você quer expor....
Mas a grande jogada é que as pessoas confundem feminismo com sexismo, assim passando uma imagem errada sobre o feminismo.

Mas enfim... um enorme Beijo...
Fui!

11:51 da manhã  
Anonymous Menina_marota said...

Vim ler o texto. Ontem comecei a ler, mas depois tinha que responder, e deixei para hoje...li o texto duas vezes, e acho que percebi a mensagem que querias fazer passar. Eu sou Mulher! Assumo-me como tal. As diferenças?
São bem visiveis. A todos os níveis.

Um abraço :-)

8:23 da tarde  
Anonymous Xinha said...

Concordo, igualdade perante a lei, perante o direito de oportunidades.
Mas acho que é esmiuçamento a mais, se dentro do mesmo sexo há tantas diferenças, então de um sexo para o outro...
Não se pode mesmo "estereotipar"...

Xinhos

8:35 da tarde  
Anonymous betania said...

É claro que em dois traços de palavras fazes um bom esboço do
tema.
É verdade, duas coisas diferentes não podem ser iguais. São diferenças demasiado marcantes mas que se completam e encaixam.

Agora acho que direitos...ainda está longe o dia em que isso seja uma realidade.

Beijinhos
betania

12:02 da tarde  
Blogger dinorah said...

Bem, há quem diga que as mulheres com tanta luta pela igualdade, apenas conseguiram ter de ir trabalhar 8 a 10h por dia, antes de virem para casa fazer as tarefas domésticas, q já antes faziam!!
enfim!
quem sabe?...

11:05 da tarde  
Blogger pachita said...

Assino por baixo. Homem é homem e mulher é mulher. Ponto final.

3:57 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home