Eu sou louco!

Irreverência, humor, criatividade, non-sense, ousadia, experimentalismo. Mas tudo pode aparecer aqui. E as coisas sérias também. O futuro dirá se valeu a pena...ou melhor seria ter estado quietinho, preso por uma camisa de forças! (este blog está registado sob o nº 7675/2005 na IGAC - Inspecção Geral das Actividades Culturais)

A minha fotografia
Nome:
Localização: Maia, Porto, Portugal

segunda-feira, março 14, 2005

Novamente a 1ª carta de S. Paulo aos coríntios

No dia 25 de Fevereiro, já lá vão quasi três semanas, transcrevi um pequeno excerto daquele texto bíblico. Até hoje só lá apareceu um comentário. E o assunto dava pano para mangas...e ainda sobrava!
Não vou analisar o texto pois já se aproxima a hora da nana. E é preciso estar com a cabeça muito fresquinha para o abordar sob as múltiplas perspectivas que ele merece.
Mas, uma coisa gostava de dizer.
Desde que o li pela primeira vez, há já bastantes anos, a segunda ideia que me assaltou (a primeira foi, obviamente, ir lê-lo à minha mulher e dar-lhe a interpretação mais primária...ah ah ah, o que me obrigou a fazer alguns exercícios de contorcionismo para escapar a uma chuva de objectos que voaram na minha direcção), foi a de que cristianismo e islamismo tem muito mais em comum do que às vezes se julga.
Se não leram, leiam o texto que então transcrevi e digam se tenho ou não razão.
Ao fim e ao cabo, são ambas religiões profundamente difundidas e monoteístas, não é?

5 Comments:

Blogger Paula said...

Hahahhahahah....adorei essa tua saída do contorcionismo para fugir à chuva de objectos....hahahahhaha...só mesmo tu para me fazer rir a valer....
Heheheeh...
Mas que é preciso muito cuidadinho a interpretar as Sagradas escrituras, é...até pq um livro escrito por inspiração divina..tem de ser lido e entendido no espíreito e não na mente, não na razão.
Joquinhas da Tareca

5:08 da tarde  
Anonymous cândida said...

a religião não me diz absolutamente nada.

8:27 da tarde  
Blogger Zica Cabral said...

todas as religiões desde as mais antigas às mais recentes e em todas as suas vertentes (no Cristianismo,por ex e só para citar uma, as várias divisões que ao longo dos seculos têm sido feitas) têm como base uma só mensagem. O Amor.
Ama o teu proximo como a ti mesmo....
Mas esse Amor que, até aos nossos dias se detinha exclusivamente (e erradamente a nível do Cristianismo) na especie humana, tem que extravassar a todas as especies - como o Budismo mostram claramente - para que o equilibrio e a harmonia possam reinar no Universo

Beijinhos
Zica

7:03 da tarde  
Anonymous Topazio said...

Antóno,
podemos um dia em privado falar sobre religiões, mas não posso, ou melhor, não quero fazer isso aqui. Li com atenção o post a que te referes, mas como já disse não te quero "borrar" o blog!!!
Beijos

2:50 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

I have been looking for sites like this for a long time. Thank you!
» »

9:43 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home