Eu sou louco!

Irreverência, humor, criatividade, non-sense, ousadia, experimentalismo. Mas tudo pode aparecer aqui. E as coisas sérias também. O futuro dirá se valeu a pena...ou melhor seria ter estado quietinho, preso por uma camisa de forças! (este blog está registado sob o nº 7675/2005 na IGAC - Inspecção Geral das Actividades Culturais)

A minha fotografia
Nome:
Localização: Maia, Porto, Portugal

sábado, setembro 24, 2005

No velho mIRC - parte II

ELE: Truz! Truz! Posso entrar?
ELA: Olá solteirão, boa noite!
ELE: Olá flor, boa noite!
ELA: Correu – te bem o dia?
ELE: Obrigado. Foi normal. Sem nada de especial.
ELA: Cozinhaste?
ELE: Comi duas sandes de fiambre, uma maçã com queijo e tomei uma cervejola.
ELA: Para ajudar à engorda, né?
ELE: Vale o bem que sabe pelo mal que faz.
ELA: Recebeste as minhas fotos?
ELE: Recebi! E hoje chamei-te flor, não pelo nick mas porque és muito bonita.
ELA: Obrigada. Não sou de deitar fora. lolololol
ELE: Pelo que vi…não! Acho que é um crime deitar fora tal flor.
ELA: Pois…eu vi as tuas. És giro e não se vê a careca.
ELE: Porque está no alto do cocuruto! Já te tinha dito. lolololol
ELA: E são recentes. Tem a data que não deixa enganar.
ELE: E o teu dia, como correu?
ELA: Bem! Hoje tive poucas aulas e os miúdos portaram-se bem.
ELE: Que ano tens?
ELA: 10º e 11º de português, só! É um bom horário.
ELE: O teu filho vive contigo, presumo.
ELA: Sim! O André está no 1º de Engenharia Civil, mas no ISEL.
ELE: E não usa o PC?
ELA: Ele tem outro! Com gente fina é outra coisa. lololol
ELE: Estão em rede?
ELA: Não! Eu tenho o ADSL do Clix e ele a NetCabo.
ELE: Pagas o dobro, mais ou menos.
ELA: Já pensei na rede, mas havia um problema qualquer. Talvez agora já não exista.

ELE: Tenta ficar em rede. Poupas umas coroas.
ELA: Vou falar ao rapaz nessa possibilidade.
ELE: O André tem passado sempre, parece.
ELA: Sim! E espero que assim continue. A vantagem é dele (e minha também).
ELE: Mas principalmente dele.
ELA: Está a pensar em fazer só o bacharelato e ir trabalhar. Tem um namoro certinho.
ELE: Como um relógio suíço. lololol Desculpa! Mas gosto de jogar com as palavras.
ELA: Fazes bem! Eu aprecio isso.
ELE: Estás separada à muito tempo?
ELA: 2 anos. Divorciada à 6 meses.
ELE: Em que zona vives?
ELA: Na Ajuda. Num bom andar. Um T3. Ficou para mim depois da separação.
ELE: Não tens namorado?
ELA: Não! Estou bem assim.
ELE: Mas encaras a possibilidade de refazer a vida com outro homem?
ELA: Não me parece muito fácil. Preferiria ter um parceiro a viver noutra casa.
ELE: Isso está cada vez mais na moda.
ELA: Pois está. Os casais estando demasiado tempo juntos saturam muito depressa.
ELE: Dou-te razão. Mas prefiro uma ligação mais forte. Talvez por isso ainda esteja solteiro.
ELA: Mas por convicção ou por força das circunstâncias?
ELE: Devido a um facto da minha vida que me marcou muito.
ELA: Hum…eu não pergunto nada. Só contas se quiseres.
ELE: Namorava uma rapariga que há 7 anos foi atropelada e morreu. Estava de 4 meses.
(pausa)
ELA: Agora fiquei muda.
ELE: Conheci-a 3 anos antes. Tinha 32 e ela 28. Quando faleceu estávamos a pensar em casar.
ELA: Até porque iam ter um filho.
ELE: Exactamente. Era o momento ideal. Eu tinha 35 e ela 31. Foi uma coisa muito má.
ELA: Até me deixaste mal disposta!
ELE: Desculpa!
ELA: Ora! Foi uma confidência que me doeu um pouco.
ELE: Imagina como eu fiquei!
ELA: É difícil! Acho que só a vivência desses momentos nos faz sentir um tal drama.
ELE: Claro! Penso que ficarei com uma cicatriz para sempre.
ELA: Deixa-me agradecer o teres confiado em mim. Afinal só falamos ontem.
ELE: Inspiras-me confiança. Não me perguntes porquê. E às vezes preciso de desabafar.
ELA: Eu estou aqui disposta a ouvir o que quiseres contar. Garanto confidencialidade.
ELE: Obrigado.
ELA: Tlm
ELE: Ok! Volto já!
(curtos minutos depois)
ELA: Alô!
ELE: Estou aqui!
ELA: Era o meu filho.
ELE: Aproveitei para ir beber e fazer xixi. Água para dentro e água para fora. lololol
ELA: Queres falar mais sobre esse assunto?
ELE: Não! Há temas mais alegres.
ELA: Pois há. Mas agora fiquei deprimida. Tu ainda tens os teus pais? Eu tenho só mãe.
ELE: O teu pai faleceu?
ELA: Sim! Há 10 anos. Enfarte. Era gordinho e tinha uma vida stressante.
ELE: Ainda tenho pais. Tem ambos 66 anos. E estão muito benzinho.
ELA: A minha mãe demorou a recuperar. Agora vive com uma irmã também viúva.
ELE: E como está de saúde?
ELA: Tensão alta, colesterol…enfim!
ELE: Mudemos de assunto, concordas?
ELA: Claro! Então diz-me quando vens a Lisboa e quando vamos ao tal jantar. lololol
ELE: Daqui a 15 dias devo ir passar uma semana numa montagem em Sacavém.
ELA: Então tenho de fazer uma dieta de emergência. lolololol
ELE: lolololol Normalmente fico alojado em Lisboa. No Amazónia Lisboa.
ELA: Onde fica?
ELE: Perto do Marquês. Não é caro e tem garagem.
ELA: Porque não vais para o Ritz? lolololol
ELE: Não me importava! lolololol
ELA: Mas vais estar muito ocupado, calculo.
ELE: Sim. Durante o dia. E talvez algumas noites a preparar trabalho.
ELA: Tem de ser.
ELE: Com estas estadias fora ganho mais algum. Dá jeito.
ELA: Claro!
ELE: Pretendo trocar o meu T1 por um andar maior e melhor.
ELA: Tem juizinho, o menino.
ELE: Procuro fazer uma gestão correcta do que ganho. Já fui bastante gastador, mas agora estou mais maduro.
ELA: Por isso és Madureira?
ELE: Brincalhona!
ELA: Tens carro?
ELE: Sim. Mas da empresa. Não tenho carro próprio. Para que quero dois?
ELA: Para me dar um lolololol
ELE: Vou pensar nisso lolololol
ELA: Estava a brincar, naturalmente. Mas gostaria de dar um ao meu filho.
ELE: O pai não dá?
ELA: O pai ficou a perder com o divórcio. Foi ele que se foi embora.
ELE: Davas-lhe cabo da paciência? lolololol
ELA: Arranjou uma miúda com 28 anos. E desapareceu!
ELE: Que idade tem ele?
ELA: Agora…50.
ELE: Perdeu a cabeça…lololol
ELA: Completamente!
ELE: É a vida! E essa parece ser uma idade perigosa.
ELA: Deve ser por se estar a aproximar a andropausa.
ELE: Talvez! Aproveitar ao máximo o tempo que resta.
ELA: Tenho de te confessar uma coisa.
ELE: Diz!
ELA: Não tenho 42 mas 45 anos.
ELE: Ai as mulheres! Deixa lá! Estás perdoada lolololol
ELA: Não ficaste chateado?
ELE: Se tivesses 87 ficava. Assim não! lololol
ELA: Ainda bem!
ELE: Olha! Estou com sono. Vou dormir.
ELA: Eu também. Hoje fizemos confidências importantes.
ELE: Tens razão! Mas isto faz crescer a relação de amizade.
ELA: Absolutamente! E sabe bem confiar em alguém.
ELE: Se fosse a ti não confiava muito em mim. lololol
ELA: Eu já não sou criança. Confio, para já. Depois se verá!
ELE: Vou sair. Gostei muito da conversa. Continuamos amanhã?
ELA: Sim! Beijinhos! ****************
ELE: Ahhh…amanhã vou jantar com os meus pais. Venho mais tarde.
ELA: Eu espero!
ELE: Obrigado!
ELA: Até amanhã **********************
ELE: Até amanhã, Ana ******************
ELA: Também vou sair. E lamento o grande azar que tiveste na vida!
ELE: Obrigado! ******************** Xau
ELA: Xau*******************************
ELE: Saí

37 Comments:

Blogger guevara said...

Cá estamos na novela dos loucos!!!

ehehehehe

5:13 da tarde  
Blogger Paula said...

Oh, querido amigo!
Ha tempos que não vinha aqui visitar-te e ler-te.
Tenho andado absorta em trabalho, emoções e questões de saúde.
Adorei a tua mensagem. Que saudades que eu tinha de ouvir a tua voz.
Es um doce, Antonio.
Obrigada por existires.
Beijos grandes pa ti.

7:34 da tarde  
Blogger Leonoretta said...

leio.
atentamente.
ficção que é uma realidade

(ai a questao do virtual e do real)

dialogo oco a que se tenta dar um cariz de profundo...

brincas... mas nao consegues esconder como pensas a serio no caso.

são assim as solidoes... no fundo doem sempre muito.

abraço da leonor

9:54 da tarde  
Blogger Caiê said...

Isto promete... De certeza que é só ficção???
Sou uma provocadora... :)

3:14 da manhã  
Anonymous lazuli said...

Sempre brilhante a sua escrita, num diálogo virtualmente real...Obrigada pela visita. Um abraço.

4:47 da manhã  
Blogger sininho said...

sabe a solidão, não sei é porquê*

2:33 da tarde  
Blogger wind said...

É delirante e embora virtual, real este "diálogo". Percebi que há muitas pessoas sós que frequentavam estes e outros sítios.
Estás a descrever muito bem (para variar):)*****lololol

4:12 da tarde  
Blogger Betty Branco Martins said...

Querido António

Parece que a novela está para continuar.

Penso que a tua história não fugirá muito da realidade. Existe um mundo se pessoas a sofrer de solidão e recorrem ao vitual, para que essa mesma solidão lhes seja menos cruel.

Estou com muita curiosidade para saber o rumo que vais dar "estes" dois.

Beijinhos

4:34 da tarde  
Blogger GNM said...

Estou a gostar!!!

Fica bem...

6:54 da tarde  
Blogger juno said...

que delicia e acho que já todos passámos por algo mais ou menos semelhante :)

e depois de muito pensar, achei que devia entrar no marketing desenfreado e anunciar aqui o meu blog, aconselhada pela Lua de Lobos
apareçam e serão benvindo e envoltos numa nuvem de LUZ Branca
Juno

8:12 da tarde  
Anonymous zezinho said...

Curiosamente ou talvez não este texto levanta uma série de questões.
Penso que a maior parte de nós tem um défice emocional e por isso procura na net a companhai que faz obviamente falta.
Pode-se conversar com verdade num IRC ou num frente-a-frente. Ou pode-se omitir muita coisa no real ou no virtual.- Penso que na essência comportamo-nos no virtual como o faríamos no real.
Abraços

10:34 da tarde  
Blogger LetrasaoAcaso said...

António, o InApto é meu. Na verdade é uma espécie de prolongamento do meu jornal.
O "Letras" que tb encerrei tb era meu.
O "Conversasdexaxa" é um blogue colectivo. O "Peter" é um dos colaboradores e eu sou outro.
Da mesma forma colaboro no: www.inEPCIA.com, que acabou há pouco de resultar num livro.
O "Letras" encerrou, pq o seu conteúdo tb irá ser livro muito em breve.
Mantenho apenas as colaborações que tinha antes.
Grato pela visita ao "Conversas"

12:11 da manhã  
Blogger lazuli said...

boa noite Antonio..ou bom dia!
Continuo a ler este fascinante mirc, que tão bem descreves..um beijo!:)

12:49 da manhã  
Blogger nelsonmateus said...

lololol

ps: tou brincando, rapaz!
tou brincando ... ah! ah! ah!

10:38 da manhã  
Blogger Ana Maria said...

Antonio eles parecem casados já a muitos anos!nem parece teu! estás louco. parece mais eu-deprimida-hihihi
prontos agora a serio.
antonio como conseguiste reportar aqui neste dialogo com todos os aspectos que influenciam a vida de duas pessoas na meia idade?
muita imaginação, um dialogo com seguimento e bem conseguido e para finalizar o meu comentario: penso que esta relação é seria, como acabará....bem? mal?
cenas dos próximos capitulos....

11:28 da manhã  
Blogger António said...

Para "nelsonmateus":
Obrigado por mais uma visita.
Abraço

1:16 da tarde  
Blogger Xuinha Foguetão said...

Este Toni é um malandreco... continua a história e não faz soar as sirenes!

Estou a gostar muito!
Estou fãzaça! :)

Quero mais! Quero mais!

Beijocas.

3:14 da tarde  
Blogger Anna^ said...

Eu junto-me ao clube dos q esperam o desenrolar da história :)

bjokas ":o)

5:24 da tarde  
Blogger Malae said...

Amigo António! Que bem que soube ler a continuação desta novela! Surpreendeste-me com o passado das personagens, principalmente o dele! E cofesso que me deixou a pensar... a Vida é mesmo assim! Como com facilidade perdemos as pessoas que amamos!

Volto a dizer que é extraordinária a maneira como estás a descrever este inicio de relação! Totalmente coerente com as duas personagens! Tudo combina na perfeição!

Cá aguardo o desenrolar! Que qualquer dia imprimo os textos e faço o meu livro pessoal ehehehehe

Beijinhos grandes, amigo escritor.
Malae**************

6:37 da tarde  
Anonymous GR said...

António,

A história começa a ser deveras cativante!
Há serenidade (no texto), na conversa “deles”!
Muita maturidade! Desta vez do escritor!
Como é possível, não publicar?

Um forte abraço,
GR

9:23 da tarde  
Blogger Lmatta said...

Olá
Nao sei porque ,mas fiquei triste.
Entro muito nas histórias.
Gosto
Beijos loucos

9:53 da tarde  
Blogger António said...

Para "gr":
Mais uma visita...mais um obrigado.
Se soubesses o trabalho profissional que tenho nesta fase, até ficarias admirado como tenho tempo e paciência para escrever.
Só porque gosto muito de o fazer...não há outra explicação.
Não tenho tempo para me coçar, quanto mais para pensar em publicar!
Abraço

10:37 da tarde  
Blogger pinky said...

Continua-te a sair mt bem a ficção!
fico á espera de cenas dos próximos capítulos.
bjs

2:14 da manhã  
Blogger Mitsou said...

Vim num instantinho ler os atrasados. Isto promete, sim, senhor :) Fico à espera do desenrolar da história..lololol.
Beijocas.
Saí.

10:21 da manhã  
Blogger Bárbara Vale-Frias said...

Senti-me tão cusca ao ler estes teus dois últimos textos... como se estivesse mesmo a apanhar uma conversa de alguém. É que todas as falas parecem tão reais que até me esqueço que isto é ficção! Lol

Tens jeito, António, tens sim!

Bjs da Cokas :)

1:47 da tarde  
Anonymous Perfect Woman said...

Pois isto é que é segurar o auditório!!! Mas assim ainda vais bater as hearings
da Tvi... Qual companhia qual o caraças, que venha as "crónicas do bom malandro" lolol

Estou a adorar António. E depois tudo o que estás a escrever é muito real e verdadeiramente possível, feliz e doloroso tal como a vida, é... Jinhos ternos.

1:56 da tarde  
Blogger INFORMANIACA said...

E mais? E mais?
:)

LC

2:37 da tarde  
Blogger Leonor C.(nokinhas) said...

A rapariga é espirituosa! Veremos no que isso vai dar...

5:17 da tarde  
Blogger BlueShell said...

Mas...isto promete, hein!!!

Beijo-te.
BShell

7:36 da tarde  
Blogger pachita said...

António,

Desculpa não dar notícias. Mas, como se costuma dizer, 'no news is good news', certo?

Ainda estou a adaptar-me ao trabalho. Hoje custou bastante ir trabalhar. Por mim, ia de férias outra vez.

Muitos beijinhos

7:51 da tarde  
Blogger Laura Lara said...

Vou voltar para saber o resto. Beijinhos

10:15 da tarde  
Blogger margusta said...

Meu Deus!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Tanta coisa para eu ler............
Eu volto...vim deixar-te um beijinho.

10:42 da tarde  
Blogger Paula Raposo said...

Pois, acontece na vida real mesmo...

7:32 da tarde  
Blogger sonhos sonhados said...

kerido António

obrigada pela visita.
realmente sou de Viana do Castelo,
mas
não sou a Julieta...
desculpa se te desiludi... lol.

conheço algumas Julietas
será que alguma é essa bela menina?

jinhux létinha.

3:38 da tarde  
Blogger maresia said...

explica-me lá uma coisa... o que é isso dos *asteriscos* que as pessoas mandam umas às outras???

tens lá dois textos para ti!

8:24 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Keep up the good work
web site hosting uk pe 150 memory cards the three domains and the five kingdoms register a domain marketing online breast augmentation fill united kingdom singapore dedicated hosting security systems volusia county chase pre approved credit card what is hair loss mn tv repair corporate watch ladbrookes bookmakers

11:13 da manhã  
Blogger Jane Carpenter said...

I am here because of search results for blogs with a related topic to mine.
Please,accept my congratulations for your excellent work!
I have a 100 percent free domain names site.
Come and check it out if you get time :-)
Best regards!

12:16 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home