Eu sou louco!

Irreverência, humor, criatividade, non-sense, ousadia, experimentalismo. Mas tudo pode aparecer aqui. E as coisas sérias também. O futuro dirá se valeu a pena...ou melhor seria ter estado quietinho, preso por uma camisa de forças! (este blog está registado sob o nº 7675/2005 na IGAC - Inspecção Geral das Actividades Culturais)

A minha fotografia
Nome:
Localização: Maia, Porto, Portugal

sábado, abril 02, 2005

Tampere - Suomi

Mas que título tão esquisito, dirão!
Calma! Eu explico:
Tampere é uma cidade da Finlândia, com cerca de 200.000 habitantes (actualmente), 180 km a norte de Helsínquia.
Suomi é Finlândia em finlandês (agora meti mesmo nojo, não meti?).
E a que propósito vem isto?
Bom! Vou contar uma historieta verídica.
Em Julho de 1980, tinha eu os meus vigorosos 31 aninhos, fui incumbido pela empresa para a qual trabalhava (que entretanto faliu e me deixou no desemprego, embora por muito pouco tempo) de ir tratar de um assunto a Tampere.
Um dia para a viagem que me deixou arrasado e, quando à uma da matina cheguei ao quarto do hotel, fui logo dormir tapado por uma daquelas cobertas de penas que são levezinhas e muito quentinhas (já tinha experiência no seu uso, senão teria tido algumas dificuldades de adaptação). Conhecem?
Depois foi um dia de trabalho.
Como iria ficar ainda outro a tratar do assunto que lá me levou (tudo pago pelo patrão, pois claro; se calhar foi por isso que a empresa faliu...), depois de jantar resolvi ir a um bar onde havia muita malta nova. E umas finlandesas de estoiro.
Como as mesas não eram muitas mas eram grandes, estavam ocupadas. Mas depressa percebi que me podia sentar onde quisesse. E, ao ver ali bem perto uma loira de sonho e uma morena (também há gente mais escura lá para cima) de arrepiar, sentei-me junto delas a beber qualquer coisa que já não sei o que era (nem interessa; às tantas fazia propaganda de borla).
Puxei dos meus galões de latino morenaço e toca a mandar umas boquitas no meu inglês macarrónico. As miúdas responderam e cá o rapaz já estava a palpitar com qual delas iria passar uma horitas em beleza.
E porque não as duas? Puxa! Até já estava a suar (diga-se que o tempo estava bom e a temperatura bem amena).
Eis que, de repente, os dois borrachos desatam a beijar-se na boca com um carinho que me deveria comover mas, de facto, quasi me fez cair da cadeira.
Bom! Mas não pensem que desisti! Pelo contrário. Agora é que a ideia do "ménage à trois" estava a ganhar força. Continuei a mandar uns bitaites (depois de as mocinhas terem desgrudado, claro!) mas a coisa não estava a resultar muito para o meu lado.
Chegam então uns amigos loirinhos e agora eram beijinhos para os rapazes.
Dasse...já estava a ficar lixado! Então estava ali um garanhão latino, no meio das nórdicas e ía ficar a seco?
Pois fiquei, fiquei,,,
Pouco depois pirei-me, com uma mona que parecia um melão inchado!
E foi hotel...xixi...cama (aquelas cobertas de penas são mesmo uma maravilha!).
No dia seginte mais trabalhinho e à noite fui cedinho para a cama pois tinha de madrugar para apanhar o primeiro avião de regresso.
Já agora deixem-me dizer, antes de rematar esta prosa, que foi giro ver um dia com luz durante umas 20 horas e só as restantes é que eram de obscuridade.
E também que naquela terra não havia persianas. As janelas eram duplas e no interior só existia um reposteiro. Nada de cortinas.
E também que, visto do ar, Suomi (nojo, outra vez!) é mesmo o país dos mil lagos.
Mas voltando à vaca fria: para falar verdade, acho que o meu problema é que não sou bom a engatar em inglês. Só em português, mesmo!
Ahhh...alguns anos depois soube que naquela cidade as mulheres eram mais de 60% da população. Por isso!!!

30 Comments:

Blogger Paula said...

HAHAHAHAHAHAHAAH...... com esta é que me fartei de rir.... deve ter sido bbem interessante ver as duas tipas a beijarem-se mesmo à tua frente!! HAHAHAHA....
Bom, eu já costumo dizer que nada me surpreende neste mundo!
Como diz o canto Seal, é mesmo bom que sejamos loucos, senão não conseguimos sobreviver nesta vida!!!
Um enorme beijinho para o meu migo querido do porto.
Tareca

12:04 da tarde  
Blogger António said...

Pois!
Como EU SOU LOUCO! tenho de ser um "survivor" (metendo nojo, again, com estes anglicanismos bacôcos...eh eh eh)

12:35 da tarde  
Blogger Toze said...

É como costumo dizer António...São umas Gulosas :))))))))

Finurias / Toze
www.cagalhoum.blogspot.com
www.revelando.blogspot.com

5:36 da tarde  
Blogger BlueShell said...

Ó seu cara de alho...então "Suomi é Finlândia em finlandês"... a armar-se...hein??? Pois foi bem feito...ter ficado "a seco"...
Hehehhe...adorei a narrativa, sim senhor,
Jinho, BShell

6:34 da tarde  
Blogger Nora Borges said...

Pois...quem tudo quer!
Quem manda querer as duas?
Agora já vai poder ler o Língua de Mariposa.
Vá no www.verbeat.com.br/blogs/linguademariposa
Depois diga-me que achou das cores e letrar, ok?

7:36 da tarde  
Blogger Viuva Negra said...

pois .. o que interessa são os 60% de mulheres , ai estes homens , e uns dass pelo meio tb ... tento na lingua sr. antonio . aiaiaiai

8:21 da tarde  
Blogger Loucura said...

ahahahha o que eu me ri!!! Querias duas bem que ficaste com o cobertorzinho de penas que foi uma maravilha! ahahah são coisas que acontecem meu caro
beijinhos.


PS: Só um reparo, eu adoro a cidade do Porto! É uma bela e grandissima cidade!:-)

10:44 da tarde  
Blogger António said...

Ó BShell!
Eu assumi que dizer Suomi era mesmo para meter nôjo!
É um direito que devia ser incluído na Constituição:
O direito a meter nôjo!
(o Soares não inventou o direito à indignação? Ele é mais do que eu? Também posso inventar direitos, certo?)
Bjinhos

11:15 da tarde  
Blogger Loucura said...

Li o reparo, sim!
E nesta confusao de ler ou nao ler o reparo nao percebi nada! :-)

11:19 da tarde  
Blogger Loucura said...

Boa semana para ti tambem :-)

12:04 da manhã  
Blogger Gado Bravo said...

hehehehehehhehhe! Também me "escangalhei" a rir. Isso para o verdadeiro home do Nuuorte é d'arrasar! :))
Um beijinho e bom começo de semana.*

4:40 da tarde  
Anonymous Xinha said...

De certeza que não foste a um bar gay?? lol

Já tens uns aninhos então...

6:44 da tarde  
Blogger Malae said...

Ai, amigo António... simplesmente hilariante:) Mas a verdade é que o azar foi delas... a perderem assim um macho latino;) Beijocas e boa semana. Malae*************

8:11 da tarde  
Blogger António said...

Para Xinha:
O bar não era gay.
A mentalidade daquela malta é que, mesmo há 25 anos, já era muito diferente da nossa.
E ainda por cima havia falta de homens na terra...ganharam outros hábitos...eh eh eh

Já tenho uns aninhos, sim senhora!
Vai a:
"View my complete profile"
e depois a:
"My web page"
e encontras a minha webpage.
E já ficas a saber tudo (ou muita coisa).
Jinhos

9:43 da tarde  
Anonymous betania said...

António, parece-me que o problema é confiares de mais nos teus talentos...há que contar sempre com
os imprevistos...e saber perder.

Beijinhos

11:03 da tarde  
Blogger dinorah said...

Sempre gostei de viagens! muito se aprende! não esqueceste mais este episódio!!
E, certamente terás tido melhor sorte com as portugas!!

beijinhos

11:54 da tarde  
Blogger António said...

betania:
Mais vale ser optimista e ter auto-confiança do que ser pessimista e depressivo, certo?

12:11 da manhã  
Blogger António said...

dinorah:
Se não tivesse tido mais sorte com as portugas, ainda hoje era virgem...eh eh
Mas se algumas vezes tive sorte, outras tive azar...mais, c´est la vie, non?

12:14 da manhã  
Blogger dinorah said...

oui!

(Mas, cá entre nós (hihihi), diz lá a verdade: certamente tiveste mais sortes do que azares, não?)

beijos

12:24 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

huhuhuhuhhuhu... tadinho...naum fique assim.. acontece nas melhores familias!!!
Bjusssssssssss

12:39 da manhã  
Blogger António said...

dinorah:
A essa já não respondo publicamente.
Ou julgas que não sei onde hei-de parar?
Querias tirar nabos da púcara, hemm?
Bom...talvez algumas histórias venham a aparecer por aqui, no futuro, mas com a discrição que merecem.
Beijinhos

1:04 da tarde  
Blogger António said...

Ó Andréa!
Esqueceste-te outra vez de assinar...eh eh eh

1:06 da tarde  
Blogger dinorah said...

António: perdoa-me se fui indiscreta! Certamente entendeste que estava a brincar apenas!!

Sim, estou a viver em Gaia este ano! E descobri aquela casa à pouquinho tempo num dos meus passeios! Fico mesmo junto à Foz, do lado de Gaia! É fantástica, mas ainda não descobri nada sobre ela...

Não posso dizer que conhecia muito bem esta zona, quer dizer, não é o mesmo viver num sítio ou vir de vez enquando numa saida à noite ou ao centro comercial da moda!!

Gosto muito mesmo muito de cá estar! Quem sabe se para o ano que vem não continuo por cá?!
E não, não me esqueço que estou na tua terra, carago!!
(aliás, estava com esperança que pudesses ajudar-me a desvendar o mistério da tal casa!!)

Beijinhos

5:42 da tarde  
Blogger António said...

dinorah:
Certamente que percebi que estavas a brincar. Podes brincar à vontade que eu tenho algum sentido de humor. Tirando quando estou com a neura...eh eh
Então estás a trabalhar em Gaia!
Eu pensava que tinhas sido cá colocada para o próximo ano lectivo.
Já conheces a Maia? É aqui que eu vivo, embora natural do Porto.
Quanto a desvendar o mistério da tal casa, vou já alugar um fato à Sherlock Holmes para ajudar nas investigações.
Ou deixar medrar um bigodinho tipo Poirot.
Beijinhos

10:42 da tarde  
Blogger Loucura said...

Sonecas parece ser bastante positivo, agora pastilhas...nao pode ser antes um chazito de tilia?
E quanto à "doença" há que encara-la de frente! :)

11:43 da tarde  
Blogger Selma said...

Estou mesmo a imaginar a tua expressão... aquela expressão que fazemos quando não estamos a entender nada do que se está a passar mas não queremos dar parte fraca.

Mais vale a coberta de penas do que nada e mais vale só que mal acompanhado :)

3:38 da tarde  
Blogger António said...

Mal acompanhado, Selma?
Eu falei em mal acompanhado?
ah ah ah

10:06 da tarde  
Blogger Karamelisses said...

Olás Olás!!

Achei piada a uma coisa... quando esta viagem aconteceu tinha eu precisamente 6 mesinhos de idade... e por incrivel que pareça, hoje com 25, a mentalidade das pessoas continua exactamente igual!!! Será Possivel???

Quanto à história relatada... acontece aos melhores!!! Confesso, e eu que não sou nada dada a religiões) que devia ser de gritos observar o nosso querido António a tentar "engatar" os dois porta-aviões amarelos, no seu melhor inglês (imagino que tb no seu melhor sotaque nortenho!!!) de dicionário... Espero que o António já tenha tido umas aulinhas com o "nosso" (nosso salvo seja... delas!!!) Zézé Camarinha... são os ares do sul... os ares do sul ensinam qualquer um na histórias das "bifas loiras"... ou então não.. ou então não!!!

Um beijinho grande para todos!!!

11:45 da tarde  
Blogger António said...

Será que em 1980 em estava 25 anos adiantado no tempo?

3:41 da tarde  
Blogger pachita said...

Ah ganda macho latino! hahahaha

4:08 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home