Eu sou louco!

Irreverência, humor, criatividade, non-sense, ousadia, experimentalismo. Mas tudo pode aparecer aqui. E as coisas sérias também. O futuro dirá se valeu a pena...ou melhor seria ter estado quietinho, preso por uma camisa de forças! (este blog está registado sob o nº 7675/2005 na IGAC - Inspecção Geral das Actividades Culturais)

A minha fotografia
Nome:
Localização: Maia, Porto, Portugal

sexta-feira, maio 13, 2005

A viagem de curso

Nas férias da Páscoa de 1972 (reparem bem que foi antes de 1974 e, portanto, em plena época marcelista, da Guerra Colonial e da censura, entre outras coisas), trinta e três alunos finalistas do curso de Engenharia Química da FEUP (mais um professor), efectuaram a chamada viagem de curso.
Sem esquecer o motorista, peça fundamental da engrenagem – o Sr. Vendas.
Eu era um dos membros da Comissão Organizadora (só organizar uma coisa destas deu cá um gozo! …) que sempre se mostrou muito competente (pois… a gente também ia! …).
Esta viagem de autocarro através da Europa, na altura tão distante e tão inacessível (o regime não autorizava os rapazes em idade pré-serviço militar a saírem do país) foi, sem dúvida, um momento absolutamente inesquecível da minha vida.
Este texto é, fundamentalmente, um intróito que tem como objectivo primário gabar-me, fazer-vos podres de raiva e meter nojo e, como fim subsidiário, dar-vos uma ideia do enquadramento geral em que se passaram algumas historietas relacionadas com a passeata e que futuramente, se bem que ao sabor do imprevisto, aqui irei contar.
Foram vinte e quatro dias espantosos, a ver coisas de que ouvíramos falar, sobre as quais lêramos muito ou pouco, que víramos no cinema e na TV, mas sobretudo em fotografias nas revistas e jornais (e até mesmo em livros escolares) e que nos deixaram de boca aberta como se estivéssemos todo esse tempo no dentista (salvo seja!).
Vou-vos dizer qual o trajecto seguido:
Porto – Madrid – Barcelona – Andorra – Lyon – Genève – Zurich – Innsbruck – Garmisch – Ludwigschafen – Frankfurt – Koln – Amsterdam – Brussels – Paris – Bordeaux – Burgos – Porto.
Estas foram as terrinhas onde pernoitamos. Mas paramos, ou simplesmente atravessamos, outras. Munchen, por exemplo.
(optei por escrever o nome das cidades na língua original – removendo os tremas, que não sei como escrever – para meter ainda mais nojo!).
O curso tinha mais de setenta alunos. Dos que não fizeram a viagem, muitos se vieram a arrepender após ouvirem toda a panóplia de aventuras e desventuras que os ufanos excursionistas narraram.
O custo foi baixíssimo, porque os organizadores foram exímios (tosse, muita tosse) em arranjar dinheiro: quer com publicidade no livro de curso, quer com ajudas do ministério da Educação, quer ainda com a valiosa colaboração do DAAD, organismo dum ministério alemão que tinha como função apoiar estas iniciativas com o objectivo de promover aquele país.
Também visitamos umas empresas: a BASF, a Bayer, a Lurgi e a Foxboro.
Mas que era isto comparado com a neve em Andorra e na Áustria, com os lagos da Suiça, com as cervejas na Alemanha ou o Crazy Horse de Paris? Peanuts!
E que tal? Roídinhos de inveja? Pois tem mesmo razão para isso!
Ainda hoje, quando se encontram colegas que partilharam a viagem, fazem-lhe sempre uma alusão, por mais curta que seja.
- Então quando é que vamos repetir a viagem de curso?
- Por mim começava já hoje!
E mais vos digo: se um dia chegasse a primeiro-ministro, haveria de dar mais um feriado aos portugueses; o dia 11 de Março (mas não por causa do golpe do Vasco Gonçalves e seus amigos).
Não posso deixar de realçar que toda a malta se portou impecavelmente, nomeadamente num ponto que costuma ser o mais complicado de cumprir: a comparência sempre à hora marcada para as partidas. Mesmo que os mancebos estivessem a morrer de sono ou as senhoras (que eram dezassete, metade da troupe) não tivessem a maquilhagem nos trinques.
Devido à crise académica de Coimbra de 69, alguns dos felizardos não se falavam (uns tinham feito greve aos exames, outros não). Mas no final já eram todos amigos outra vez.
E hoje fico-me por aqui.
A propósito! Que tal uma excursãozita destas agora que se aproximam as férias?
Vão consultando as agências de viagem!

29 Comments:

Blogger Gado Bravo said...

E deixas essa boa sugestão no fim! Pois. Eu ía já também.
Íamos! Combinávamos uma excursão bloguista e ía ser um festival de loucura! :)
Bjinhos

2:35 da manhã  
Blogger INFORMANIACA said...

Mesmo não sendo ex-finalista da FEUP...também posso ir?

;)

11:32 da manhã  
Blogger Bárbara Vale-Frias said...

Que viagem! :)))

Achei piada ao facto de levarem um professor! Eu também já acompanhei duas viagens de finalistas mas os miúdos tinham 17/18 anos! ;)

E gostei muito do teu discurso: solto, coloquial e recheado de humor. É sempre um prazer vir visitar o "louco" ;)

6:46 da tarde  
Blogger sininho said...

Eu gosto sempre de ouvir boas histórias:)

Bjo*

9:45 da tarde  
Anonymous rosa said...

Bom fim de semana! E um beijinho. :)

2:01 da manhã  
Anonymous Caiê said...

"este texto tem como finalidade gabar-me, fazer-vos podres de raiva e meter nojo..."

Ó António! És tão honesto e engraçado que me fizeste rir a valer com esta frase! :)

Só é pena não gostares de ler... ;)

4:09 da manhã  
Blogger António said...

Para "Rosa" (mas não a do Gado Bravo):
Olá!
Conheço muitas rosas. Vermelhas, brancas, amarelas, enfim...
E afinal qual delas és tu?
Espero que não sejas a Rosa de Hiroxima...eh eh
Jinhos

2:28 da tarde  
Blogger António said...

Para "Caiê":
Eu gosto de ler!
Mas gosto mais de fazer outras coisas...eh eh eh
Jinhos

2:31 da tarde  
Blogger António said...

Para "cokas":
Um pormenor:
O professor acompanhante era namorado de uma das colegas viajantes. Mas portaram-se decentemente, atendendo aos padrões da época. Naquele tempo não havia baldas...eh eh eh
Jinhos

2:34 da tarde  
Blogger António said...

Atenção:
Se quiserem fazer uma viagem igual, podemos criar uma Comissão Organizadora. Proponho a Rosa Gado Bravo para chefa.
eh eh eh
Jinhos

2:36 da tarde  
Blogger Malae said...

Caro António! Mas que rica viagem! Que me lembrou a viagem de finalistas do 12ª ano (a da faculdade não foi possivel ir :( ... mas foi mais curta! 10 dias em Palma de Mallorca! Mas ainda hoje recordados com muita saudade! E vamos lá então falar de férias e de infância... que isso lembra-me o Porto e boas recordações! E que são mt precisas nesta altura! Obrigada pelo carinho e apoio deixados no meu cantinho! Um beijinho muito grande, amigo. Bom fim de semana. Malae*************

3:11 da tarde  
Blogger Nora Borges said...

antônio, aqui na Espanha essas viagens de fim de curso são muito populares. Gosto de ver os grupos passeando pelas cidades, visitando museus e parques. É uma excelente forma de marca com inesquecível o ano da formatura.
Adoro suas visitas, viu?
Beijos

7:57 da tarde  
Anonymous guevara said...

Tou agora à espera da minha viagem!
E prefiro assim à volta do Mundo, do que as de estancias balneares...
Bom fds

8:20 da tarde  
Anonymous Andréa said...

oie!!!
Sempre é bom fazer isso... uma aventura desse tipo não pode ser esquecida nem deixada de lado!!
Bem.. é isso...
Bjussss

10:43 da tarde  
Anonymous zezinho said...

Proponho um exílio. Está dificil viver-se por cá!
Uma fuga colectiva - com férias permanentes - seria o ideal.

Proponho....hum...Cuba! Imagina: uma quantidade razoável de pessoas do mundo capitalista pedir asilo político a Fidel. Seríamos tratados que nem reis.
Bora lá?

Abraços.

11:13 da tarde  
Anonymous A. Duarte e Lázaro said...

Eu alinho!

11:40 da tarde  
Anonymous guevara said...

Ola!
VAi la agora e descobres se sou do Norte ou do Sul...

[alentejo III]

12:18 da manhã  
Blogger Bárbara Vale-Frias said...

Um professor e uma aluna? Que promiscuidade! ;)

12:32 da manhã  
Anonymous guevara said...

bem, nasci em barcelos, sempre morei em barcelos, continuo a morar em barcelos e durante a semana, pq o curso assim exige, moro no porto.
agora sim, n podes ter duvidas!

12:42 da manhã  
Anonymous BlueShell said...

Eu não gosto muito de viagens...aviso já!!!
( e depois tu dizes que és louco...louca sou eu, né?)

Mil e um beijitos, BShell

12:55 da manhã  
Blogger Mitsou said...

Eu ia já! Fizeste-me recordar outras excursões, tanto as académicas como as dos meus tempos de agente de viagens. Beijocas e boa semana :)

6:26 da tarde  
Blogger BlueShell said...

Hoje estou assim...um pouco triste e só! BShell

6:32 da tarde  
Blogger Betty Branco Martins said...

António

Gosto! mas gosto mesmo muito de te ler!

E a proposta do Zé não é nada má, pelo contrário bastante tentadora ;-)

Um beijo

6:49 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Adorei,fica combinado,posso?Eu também vou mas,tu organizas...ah!por causas das tosses,Ah!ah!
beijocas
Ana

7:03 da tarde  
Blogger António said...

Oh, Ana, Ana!
Quem és tu que te não conheço?
Queres que eu organize a excursão?
Não!
Já subi de estatuto!
Crie-se uma Comissão Organizadora e eu serei o assessor principal (altamente remunerado, pois claro!).
eh eh eh

7:38 da tarde  
Blogger BlueShell said...

Foste o primeirinho a comentar "em estado puro" as minhas "flores"...
estás sempre alerta?heheeh
Obrigada, António...

Jinho terno,
BShell

11:08 da tarde  
Anonymous caiê said...

A Pug fez-te uma pergunta lá no blog... Desculpa a ignorância dela, mas ela gostava de ter uma resposta. beijinho e obrigada pelo teu contributo e paciência com essa Gata !

12:41 da manhã  
Anonymous zezinho said...

Gostei da persistência!
Quem deveria ir para lá, quem era?
A menina-soldado que seviciou prisioneiros?
Um abraço

9:17 da tarde  
Blogger concha said...

Verdes de inveja!
E hoje verdes também pelo Sporting!!!!
Bjs

2:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home