Eu sou louco!

Irreverência, humor, criatividade, non-sense, ousadia, experimentalismo. Mas tudo pode aparecer aqui. E as coisas sérias também. O futuro dirá se valeu a pena...ou melhor seria ter estado quietinho, preso por uma camisa de forças! (este blog está registado sob o nº 7675/2005 na IGAC - Inspecção Geral das Actividades Culturais)

A minha fotografia
Nome:
Localização: Maia, Porto, Portugal

domingo, dezembro 04, 2005

Circo

Circo, Carnaval, Natal, Coliseu, inverno, Moscovo, tenda, verão, Cardinalli, bilhetes, gente, barulho, pais, irmã, luzes, cores, música, trapézio, altura, rede, voos, holofotes, atletas, força, treino, rufar, aplausos, faz-tudo, Zé, cambalhotas, risadas, rotos, grades, leões, bocarra, rugido, domador, chicote, medo, anel, fogo, salto, cavalos, meninas, trote, penachos, arame, balanço, equilíbrio, vara, queda, mulher, elástica, contorcionista, elegância, flexibilidade, palmas, vénia, beleza, dança, bailarinas, transparências, melodia, sorrisos, músculos, ginástica, homens, pirâmide, saltos, trampolim, mortais, sincronismo, palmas, palhaços, Quinito, pobre, rico, branco, chapadas, chão, concertina, viola, saxofone, cantiga, riso, crianças, varas, pratos, girando, muitos, bolas, caindo, correndo, artista, menina, bonita, ajuda, homem, negro, lenços, manga, cartola, coelho, mistério, caixa, mulher, desaparece, ao fundo, volta, público, espanto, pombas, voando, orquestra, canção, vedeta, voz, vivas, cabelo, pintado, castanho, ursos, enormes, suores, choro, açúcar, trupe, bicicletas, pequeninas, roda, só, grande, habilidades, desfile, final, obrigado, regresso, lindo, casa, cama, pensar, dormir, sonhar, dia, circo, sempre, maior, espectáculo, mundo.

53 Comments:

Blogger sonamaia said...

Pela primeira vez tenho a honra de ser a primeira a comentar este teu texto deveras original.. Sim o circo é uma amálgama de tudo isso, só que montar o puzzle dá muito trabalho, Toninho!!

Este texto lembra-me a pintura abstracta em que cabe aos apreciadores reconstruir a obra de acordo com a sua subjectividade..

É mais um passo na tua carreira literária mas, francamente, prefiro quando a escrita é mais objectiva..

Todavia parabéns pela coragem de postar um texto tão inesperado.

beijinhos

9:36 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Deixa-me dizer-te ...sou também louca,claro,foi dos textos que mais gostei...deste fiz N,parti e cheguei ao mundo e a mim,é o maior objectivo que um texto pode ter,desafio,indiscutível!
Do circo(que tantos há!!!)não gosto,nunca gostei,fui sempre estranha,de certeza,horrorizava-me com o que faziam aos animais,tapava os olhos,queria vir-me embora...felizmente tive sempre quem me assinasse o papel para não ir,mesmo com a escola,uma dor de barriga(e tinha!)servia na perfeição.
Sabes não sei porquê(ou sei?)lembrei-me da morte do palhaço,um livro espantoso com que prestei provas no propedeutico(apanhei essa coisa!)...reabilitaram esse livro nesse ano,lembrei-me agora do que escrevi,com 16 anos,caramba,há coisas em que nunca mudei,comovi-ma a fazer a discussão final do tema,incurável... mas o barulho das luzes nunca me ofuscou,aqueles palcos são tão tristes...aqueles olhos tão vazios,aquele cheiro a nftalina dos fatos,os brilhos remendado dos fatos do palhaço rico...
Mas acho que fizes-te lindamente,é uma boa altura para se pensar no circo...por tudo...eu gosto muito mais dos bastidores e de te ler,pensar...e de tratar do Pepe que ficou de férias a meu cargo...um gato preto,de que gosto muito!
um beijinho grande,hoje pode ser um abraço?então..!
ana

10:55 da manhã  
Blogger António said...

Para "sonamaia":
Obrigado pelo comentário.
Não sou o primeiro a escrever neste estilo que até tem um
nome que eu não sei qual é.
E até já fiz, lá nos primórdios do blog, um texto deste tipo chamado "Carnaval".

Beijinhos

12:13 da tarde  
Blogger António said...

Para "ana":
Obrigado pelas tuas palavras.
Quando penso em palhaço lembro-me sempre do filme de Chaplin "Luzes da ribalta" (Limelights) em que Charlot era o palhaço Calvero (salvo erro) e tem a gloriosa morte no palco ao som das gargalhadas do público que pensava ser um improviso do artista.
Sempre genial, o Chaplin!

Beijinhos
(pode ser um abraço, claro)

12:20 da tarde  
Blogger Leonoretta said...

sim!
chamo a isto brainstorming.
muitas vezes tambem começo assim.

abraço da leonoreta

1:54 da tarde  
Blogger lena said...

um texto muito bom, gosto de o ler assim, vou saltando entre silabas na dança das tuas palavras, entro pelo circo e lembro-me como são os bastidores

bela altura para o recordar

beijinhos meus

2:43 da tarde  
Blogger marakoka said...

palavras..palavras...
o lado direito e esquerdo das palavras; o lado colorido e sem das palavras; o lado do sol e do pôr do sol das palavras
o poder das palavras

gostei de ler.te assim, correndo, em associações de palavras

jocas maradas de palavras escritas e ditas

3:47 da tarde  
Blogger Mocho said...

Circo, espectáculo, público, pipocas, crianças, civilização, abuso de animais, entretenimento? Gosto imenso da técnica de prosa utilizada; as palavras adquirem muito movimento (como a agitação de um circo) e um compasso muito próprio; mas não gosto de circos que tenham animais. No entanto, tenho que admitir que o circo é das poucas recordações apoteóticas que guardo de criança. Uma bicadinha com amizade. PIU!

4:19 da tarde  
Blogger lazuli said...

antónio. porto. lindo.clérigos. padres. beatas. cigarros. café. quente.bom.calor. incêndio. paixão.breve.onda. maré. azul.arco-íris.aqui. cinzento.e-um-beijo-para-ti-por-este-belo-texto.
*

5:20 da tarde  
Blogger Loucura said...

Tenho andado ausente mas sempre atenta a tua escrita!
E já estou de volta
Beijinhos e boa semana

5:29 da tarde  
Blogger A.na said...

Triste,barraca,pano,dourado,
Luzes,fantasia,trages,mascaras,
palhaços,homens,desumanos,pequenos,
limitados,barreiras,fronteiras,
muros,frestas,esperanças,ilusões,
mentiras,fingidas,magias...
Circos,palcos...vida.

Toca,profundo.
Abraço,meu,tua,A.

5:32 da tarde  
Blogger Betty Branco Martins said...

Querido António

Gostei da "dança" de palavras. Mais que a dança de palavras - o simbolismo deste texto.

Beijinhos

6:06 da tarde  
Blogger A.na said...

Mais oui,
trés trés...

Alguém disse por lá...e eu
cheguei á conclusão que
será uma boa ideia!
Venda exclusiva da alma
a quem a deseja!...não?
Palhaço das
perdidas ilusões...Eu.A.

Abraço-te mt.

6:18 da tarde  
Blogger Caiê said...

Ao contrário de muitas pessoas, ADORO o circo. Tive a sorte de ele constituir das mais preciosas memórias da minha infância! :)

7:16 da tarde  
Blogger {-Sutra-} said...

Belo conjunto «colorido». Gostei de ver este circo.

Boa semana

Beijo doce

7:58 da tarde  
Blogger A.na said...

Claro que todos temos problemas...
E eu não sei isso?
Claro que sei A.migo meu!

Claro que sim!
Doce beijo António querido.

8:32 da tarde  
Blogger GNM said...

Apesar de não gostar de circo, acho o teu texto bem original!

Desejo-te um excelente resto de Domingo...

8:42 da tarde  
Blogger pachita said...

Onde é que eu já vi isto?...

Beijinhos, kido :)

8:46 da tarde  
Blogger lazuli said...

António, lembrei-me dum livrinho magnífico do Henry Miller, cujo título é: O sorriso ao pé da escada.
Passei hoje na Bertrand e nos livros de bolso da D. Quixote.. estava a 5 euros.
Prefiro-te à fórmula 1:)
*

9:38 da tarde  
Anonymous Maria Papoila said...

António estive na magia do circo neste post, na magia, na cor, nos quadros sequenciais, nas tendas do Lima 5, quando ainda era só um campo... Os Cardinalli! E o meu irmão que não podia ver as feras detestava o chicote dos domadores, e eu que não podia ver os trapezistas, sem rede! Mas depois os palhaços que todos viamos e gargalhavamos, e algodão doce! António fui ao meu circo de menina! Beijo

9:52 da tarde  
Blogger Betty Branco Martins said...

Querido António

Aqui tens o nome do artista:

Craig Armstrong

Música: Weather Storm

Beijinhos

9:58 da tarde  
Blogger nelsonmateus said...

chegaste a fazer mimos ao leão ou ao tigre?

9:58 da tarde  
Blogger lena said...

António gosto dos palhaços, ou melhor tenho uma grande admiração pelos palhaços, talvez um dia consiga escrever sobre isso, por enquanto só consigo dizer que os adoro

beijinhos

lena

11:20 da tarde  
Anonymous GR said...

António,

Dos mais belos textos que já li!
Comoveu-me.

Tu és um grande escritor!

Com toda a admiração e respeito
Um beijo,

GR

11:37 da tarde  
Blogger lazuli said...

és a fórmula fisico-quimica..

11:51 da tarde  
Blogger António said...

Para "GR":
Obrigado pelas tuas palavras.
Fico muito satisfeito quando agrado às pessoas.
Beijinhos

12:16 da manhã  
Anonymous secret female said...

:D
;)
=)
=/
=|
:)
:(
=(
:|
:/
:*
:+

1:18 da manhã  
Blogger wind said...

Bem hoje é que quase me deixas sem palavras. simplesmente e-s-p-e-c-t-a-c-u-l-a-r-! Como com palavras soltas, mas juntas fazem todo o sentido, descreves o circo, é demais!:) beijos
PS: Já pensaste em contactar uma editora?

8:15 da manhã  
Blogger A_Amante said...

Ta gira esta maneira de escrever... achei piada.

9:19 da manhã  
Blogger Ana Maria said...

espectáculooooooooo foste ao circo e ficaste artista, está um espectáculo e inovador esta tua forma de escrever-adorei.

10:34 da manhã  
Anonymous hodiguitria said...

Palhaços, medo, cor, terror, bancadas, madeira, frio, barulho, medo, animais, medo, mágico, medo...Traumas de infância!

1:04 da tarde  
Blogger designerIN said...

Parabéns, originalidade, muito, bom, cinco, estrelas, cumprimentos

1:44 da tarde  
Blogger designerIN said...

A verdade é que não tenho tido muito tempo para me dedicar ao blog. Mas vou dando notícias... :)
Bjs

2:54 da tarde  
Blogger Malae said...

Querido António!

E não é que me conseguiste surpreender neste post distante do teu estilo?! Mas a verdade é que magnifico como sempre!

Este teu jogo de palavras levou-me a voar por esse mundo que é o circo! E confesso que mesmo não sendo uma apaixonada pelo mesmo recordei com um sorriso todos os pormenores que neles descreves. Como se me visse mais pequenina numa tenda por aí!

Linda homenagem,amigo! :D

Beijinhos grandes e um abraço amigo,
Malae***********

PS: A luta pela independencia económica mantem-se igual! a entrevista acabou por não dar em nada. Mas confio que o aproximar do fim do ano traga boas noticias!Como bem me disseste uma vez... a falta que fazem as cunhas... Enfim! É o nosso país!Obrigada pelo interesse! :D***********

4:45 da tarde  
Blogger Duarte said...

Belo texto referente ao circo.

Aprecio, sobretudo, os contorcionistas chineses. Não sou grande apreciador dos números com animais.

Um abraço

Duarte

6:29 da tarde  
Blogger Ovelha Negra said...

simplesmente...Ge-ni-al! acredita que nunca ninguém me descreveu o circo tão bem :)

8:00 da tarde  
Blogger Paula Raposo said...

Gostei imenso da composição das tuas palavras. Eu não gosto de circo. Beijos

10:04 da tarde  
Blogger pinky said...

lindo,festa,viagem,saudade,tempos
de criança, beijos, grandes ;)

10:39 da tarde  
Blogger Passaro Azul said...

Obrigada por me ter transportado, num passe de mágica, ao meu mundo de criança.
Neste texto, pude rever-me e sentir as mesmas emoções que em menina sentia.
E como foi bom reviver!
Um abraço com amizade, pelas iamgens que voltei a ver e os sons que voltei a ouvir.

10:44 da tarde  
Blogger lena said...

António tens razão sobre o que deixei na minha cabana, é a minha forma de escrever, complicada, acredito, muitas vezes luto para que isso não aconteça, já penssei muitas vezes em parar, dar outro rumo ao blog

beijinhos

lena

10:48 da tarde  
Blogger margusta said...

"Eu sou louco"

Pois é meu querido...um louco que se lembrou de brincar com as palavras...palavras soltas, mas que nos trazem á lembrança a imagem do circo.
Gostei desta tua loucura tão original.

António , desculpa ainda não te ter respondido sobre aquela questão que me colocavas sobre a tela dos Açores...é sim...pode-se considerar naif.

Um beijo da tua Deusa dos mares..lol

11:09 da tarde  
Blogger margusta said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

8:44 da manhã  
Blogger margusta said...

Meu querido amigo,
...tenho uma supresa para ti...acabas-te de apadrinhar a minha última tela ( a ser publicada)...gostei quando disses-te no comentário.... " a roda da vida"...

Gostei da expressão...e sem perder o significado..o motivo porque foi pintada...acho que esta tua expressão encaixa perfeitamente como nome para esta tela...o outro não me satisfazia muito..demasiado extensivo..a alteração já está feita lol..

Ao novo padrinho um beijo com maresia da "Deusa dos mares"...lololol

10:13 da manhã  
Blogger Leonor C.(nokinhas) said...

Circo, infância, pai, mãe, recordações, ingenuidade, magia, deslumbramento, palhaços, palmas, música, gente, muita gente, pulos de alegria, risos cristalinos,dia diferente, regresso a casa, caminha, sonhos... Sonhos felizes talvez compartilhados pelos adultos que também regressaram à infância nese dia antes de regressarem ao circo que se chama Mundo.

Gostei, António! Só com palavras fizeste-me "voar" para trás e entrar no mundo do faz-de-conta!
Obrigada!
Um abraço

10:38 da tarde  
Anonymous Andréa said...

Oie!!
Poxa... faz tempo que não passo aqui!!!
Mas já estou de volta!!! huhuhuhu
Bem... adorei as palavras... colocadas de uma maneira muito sábia, pois elas estão relacionadas entre si e com o todo de forma bem clara!!!
Adoreiiiii...
Bjussssss

11:05 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Muito bom este texto!! E especialmente original!! Gostei!

Já tenho a sua (ops! tua) resposta ao meu desafio fotográfico! Vai espreitar!!

beijos
Dinorah

2:11 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Olá António,

Um beijinho e parabéns por mais este lindo texto-associação de palavras tão bem conseguido.

Beijinhos
Ana Joana

9:41 da tarde  
Blogger António said...

Para "Ana Joana":

Obrigado pela visita ao meu circo.

Beijinhos

10:03 da tarde  
Blogger Betty Branco Martins said...

Querido António

Beijinhos

Um bom feriado

10:56 da tarde  
Blogger lazuli said...

António, olá..
Bom feriado.

2:39 da manhã  
Blogger Mitsou said...

Gostei, António.
Do circo, do circo mesmo, não gosto.
Há outros circos que me fazem sorrir. E outros ainda que me fazem ranger os dentes. (Hoje deu-me para a crítica social.)

Em resumo: escreves muito bem em todos os registos e formatos, e mainada!

Beijocas e bom fim de semana :)*

4:14 da tarde  
Blogger Bárbara Vale-Frias said...

Até parecia que era eu que estava no circo ;) Boa condução dos leitores por esse local mágico que é o circo.

Hoje, daqui a pouco, vou ao CCB ver o Snow Show do Slava :) É a minha primeira vez ;) O meu marido já o viu uma ou duas vezes e "obrigou-me" a ir vê-lo desta vez :) Não tem muito a ver... mas lembrei-me... já sabes como eu sou, sempre a fazer pontes entre as coisas ;)

Bjs e bom fim-de-semana :)

7:07 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

What a great site
advanced call center lasik dogpile for pda florida answering service infant life vest for boating open car haulers with tire rack credit score estimator free affiliate program minidv players epson printers mini face lift camping mess kit sharp uxb700 fax machine lkp forex rates accept payments online canada b of a secured credit card abg spyware odds no limit texas holdem

3:20 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home